Artigos Científicos

El efecto de la inactividad física y funcional en personas mayores institucionalizados

Las instituciones de larga permanencia para personas mayores poseen la característica de recibir al adulto y cuidarlo, conservando su estado de salud. Pero se sabe que además, el adulto necesita de cuidados más amplios de salud, que debe incluir principalmente la prevención de enfermedades y la promoción de salud, por medio de prácticas saludables. En esta investigación asociamos el número de pasos diarios, el tiempo empleado en comportamientos sedentarios, con la aptitud física y funcional. La metodología de este estudio transversal, utilizó datos del proyecto Senior Fit® de actividades físicas. La muestra fue compuesta de 159 adultos físicamente inactivos siendo dos tercios mujeres con edad de 75±11,3. Se utilizó el podómetro Digital Walk por 7 días. Evaluamos comportamiento sedentario con preguntas del IPAQ y la aptitud física y funcional con batería de test de CELAFISCS (Centro de Estudios y Laboratorio de Aptitud Física de São Caetano do Sul). Los resultados apuntan diferencias entre grupos. Los que permanecían más tiempo en comportamiento sedentario, presentaron peores resultados.

Insuficiente actividad física en la infancia

Niños, niñas y adolescentes entre 5 y 17 años en la Argentina urbana. Según la Convención sobre los Derechos del Niño (ONU, 1989) todos los Estados signatarios reconocen el derecho de todos los niños, niñas y adolescentes a un ni- vel de vida adecuado para garantizar su pleno desarrollo (físico, mental, espiritual y social).

Sedentary behavior and health outcomes among older adults: a systematic review

In the last decade, sedentary behavior has emerged as a new risk factor for health. The elderly spend most of their awake time in sedentary activities. Despite this high exposure, the impact of this sedentary behavior on the health of this population has not yet been reviewed. We systematically reviewed evidence for associations between sedentary behavior and multiple health outcomes in adults over 60 years of age. Link: http://www.biomedcentral.com/1471-2458/14/333

Artigo geno valgo leva ao aumento da adiposidade e ao prejuízo na aptidão física de escolares

Objetivo: Analisar a associação longitudinal entre o alinhamento do joelho valgo com a adiposidade e a aptidão física de escolares. Métodos: Uma amostra de 129 escolares de ambos os sexos atenderam os seguintes critérios de inclusão: a) idade entre 6 a 18 anos; b) duas avaliações completas de aptidão física incluindo a medida da distância intermaleolar (DIM) dentro de um intervalo de três anos; c) ser matriculado no sistema público de ensino; d) ser aparentemente saudável; d) não ter impedimentos físicos. A DIM foi mensurada com goniômetro em centímetros.

Modificações da adiposidade em escolares de acordo com o estado nutricional: análise de 30 anos

Resumo: O objetivo do estudo foi analisar as modificações da adiposidade de escolares, durante 30 anos, de acordo com o estado nutricional. O estudo faz parte do “Projeto Misto Longitudinal de Crescimento, Desenvolvimento e Aptidão Física de Ilhabela”. Uma amostra de 1.144 escolares de ambos os sexos, de 10 e 11 anos, atenderam aos seguintes critérios de inclusão: (a) pelo menos uma avaliação completa em um dos períodos analisados; (b) estar no estágio pré-púbere de maturação sexual; (c) ser aparentemente saudável.

Patterns of neighborhood environment attributes related to physical activity across 11 countries: a latent class analysis

Neighborhood environment studies of physical activity (PA) have been mainly single-country focused. The International Prevalence Study (IPS) presented a rare opportunity to examine neighborhood features across countries. The purpose of this analysis was to: 1) detect international neighborhood typologies based on participants’ response patterns to an environment survey and 2) to estimate associations between neighborhood environment patterns and PA.

Uma Revisão de três Décadas do Projeto Misto-Longitudinal de Crescimento, Desenvolvimento da Aptidão Física de Ilhabela

Resumo: com o objetivo de estudar e acompanhar o crescimento, desenvolvimento e a aptidão física de escolares de baixo nível socioeconômico, em 1978, iniciava-se o Projeto Misto-Longitudinal de Crescimento e Desenvolvimento de Ilhabela. A amostra é composta por escolares residentes no município de Ilhabela, a partir de sete anos. Todos os escolares são submetidos à bateria de testes e medidas, proposta pelo Celafiscs. As avaliações ocorrem duas vezes por ano, com o propósito de analisar as variáveis de aptidão física.

Patterns of neighborhood environment attributes related to physical activity across 11 countries: a latent class analysis

Neighborhood environment studies of physical activity (PA) have been mainly single-country focused. The International Prevalence Study (IPS) presented a rare opportunity to examine neighborhood features across countries. The purpose of this analysis was to: 1) detect international neighborhood typologies based on participants’ response patterns to an environment survey and 2) to estimate associations between neighborhood environment patterns and PA.

Television viewing and its association with overweight in Colombian children: results from the 2005 National Nutrition Survey: A cross sectional study

Gomez, F. L.; Parra, D. C.; Lobelo, F.; Samper, B.; Moreno, J.; Jacoby, E.; Lucumi, D. I.; Matsudo, S. M. M.; Borda, C.. There has been an ongoing discussion about the relationship between time spent watching television and childhood obesity. This debate has special relevance in the Latin American region were the globalization process has increased the availability of screen-based entertainment at home. The aim of this study is to examine the association between television viewing and weight status in Colombian children.

Nível de atividade física da população do Estado de São Paulo: análise de acordo com o gênero, idade, nível socioeconômico, distribuição geográfica e de conhecimento

Matsudo, S. M. M.; Matsudo, V. K. R.; Araújo, T. L.; Andrade, D.; Andrade, E.; Oliveira, L.; Braggion, G.. A inatividade física tem apresentado a maior prevalência entre os fatores de risco para morbi-mortalidade cardiovascular. Esse fenômeno é evidenciado em todos os países e ainda mais nos países em desenvolvimento. Preocupados com esse problema, tivemos como objetivo avaliar o nível de atividade física (NAF) da população do Estado de São Paulo. Foram entrevistados 2001 indivíduos de 14 a 77 anos de idade (953 sexo masculino e 1048 do feminino) em julho de 2002, correspondendo a uma amostra estratificada quanto ao gênero, grupo etário e nível socioeconômico.