Projeto Ilhabela

O Projeto Longitudinal de Crescimento e Desenvolvimento de Ilhabela, cohecido também como "Projeto Ilhabela" ou "Teste da Bicicleta", criado em 1978, tem como objetivo estudar e acompanhar o crescimento, desenvolvimento e a aptidão física de escolares em região de baixo nível sócio-econômico.

Um sonho de 39 anos!

Transcorria o ano de 1978 e o CELAFISCS buscava encontrar um local em que pudesse fazer as curvas de aptidão física mais compatíveis com a realidade brasileira e também medir o impacto de um ambiente nutricional de risco (à época a desnutrição) sobre os parâmetros de condição física.

Era um período complicado, pois o país sob uma ditadura militar não permitia o livre acesso a escolares da rede pública. E foi com a ousadia e idealismo de uma equipe de pesquisa unida ao pragmatismo de um professor de Educacao Física, o Prof Antonio Cornélio de Moraes, que se iniciou o "Projeto Ilhabela de Avaliação do Crescimento e Desenvolvimento da Aptidao Física de Escolares".

2013 ilha-bela cartazAinda lembramos aquelas crianças encantadas com a bicicleta ergométrica, que acabou criando o nome pelo qual o projeto é conhecido até hoje: o Teste da Bicicleta.

E foram gerações e gerações de estagiários que se alternavam em um revezamento que alcança os 39 anos. Foram 70 períodos de coletas, 210 dias de medidas, mais de 5000 avaliados que propiciaram o desenvolvimento de teses de mestrado e doutorado, assim como a publicação de diversos trabalhos em revistas nacionais e do exterior e em particular a produção de algumas contribuições originais de grande impacto, como a medida indireta da maturação sexual, método adotado por diversos centros de pesquisa no mundo.

Embora hoje em dia o projeto tenha apoio de órgãos de fomento, como o CNPq e a FAPESP, sem dúvida foi a dedicação e amor das diversas turmas de estagiários do CELAFISCS que viabilizaram o projeto.

Essas mesmas caracterísitcas estão presentes na geração atual do centro, o que indica que ainda por muitos e muitos anos, em abril e em outubro as crianças da Ilhabela terão dias diferentes no ano, com a atenção, carinho e compromisso da Família CELAFISCS.

Bateria de testes e medidas

A bateria de testes e medidas de aptidão física realizada no projeto inclui variáveis antropométricas, metabólicas, neuromotoras, nutricionais, de maturação biológica e de nível de atividade física.

As medidas antropométricas incluem peso, estatura, comprimento tronco-cefálico, diâmetros (epicôndilo umeral e epicôndilo femoral), circunferências de braço e perna e dobras cutâneas (biceps, tríceps, subescapular, suprailíaca, adbominal, axilar média e panturrilha).

A medida da potência aeróbica é feita pelo teste em bicicleta ergométrica e dutante o teste é realizada a Percepção Subjetiva de Esforço pela Escala de Borg e de Cavasini.

As medidas neuromotoras incluem a estimativa de força muscular (pelo Teste de Impulsão Vertical com e sem auxílio de membros superiores; Teste de Impulsão Horizontal; Teste de Preensão Manual e Teste de Abdominais).

A velocidade é medida pelo Teste de Corrida de 50 metros, a flexibilidade pelo Teste de Sentar e Alcançar (Banco de Wells) e a agilidade é mensurada pelo Teste de "Shuttle-Run".

A medida da Maturação Biológica foi realizada pela avaliação da maturação sexual pelo exame clínico dos Pelos Axilares; pela determinação da Idade de Menarca pelo método retrospectivo; e a classificação de TANNER de desenvolvimento de genitais masculinos, mamas e pelos púbicos pelo método de auto-avaliação criado por Sandra Matsudo, baseada em amostras da Ilhabela.

A avaliação incluiu ainda outras variáveis como o nível sócio-economico, educacional, nutricional e da atividade física, todos determinados por questionários. É bom ressaltar que o nível de Atividade Física tem sido determinado pelo Questionário Internacional (IPAQ) que teve sua validação no Brasil em parte feito em amostras da Ilhabela. Mostrando a vocação mais recente do centro, pedômetros, monitores de freqüência cardíaca e acelerômetros (CSA) têm sido também usados em projetos mais específicos coordenados pelo professor Timóteo Araujo. Uma avaliação nutricional mais pormenorizada foi realizada pelo então estagiário José Peralta, recém chegado do Peru, que permaneceu na Ilha por semanas coletando informações de ingestão nutricional que incluíam a pesagem de alimentos na escola e nos próprios domicílios, que recebiam intrigados aquele pesquisador com sotaque tão raro. Dentre os achados, seus dados indicaram que o gasto com cigarros consumiam até 25% da renda de algumas famílias e que com esses valores se poderia corrigir boa parte da desnutrição das crianças! Eventualmente foram incluídos testes de projetos específicos, como o High Box (Prof. Aylton Figueira Jr), o Peak-Power no ciclo-ergômetro (Profa. Nanci França); e medidas posturais (Fta. Nara Garcia).

Ilhabela Outubro 2013

ilhabela outubro-2013-02

ilhabela outubro-2013-03

ilhabela outubro-2013-05

ilhabela outubro-2013-06


Comentários (3)

  • Alex

    Alex

    30 Agosto 2013 às 17:38 |
    Boa tarde!!

    como faço para ter acesso a publicação de atividade fisica de n° 19- VALIDAÇÃO DO QUESTIONARIO YOUTH (YRBSS)

    Desde já agradeço a atenção.
  • Alex

    Alex

    17 Setembro 2013 às 19:14 |
    Boa tarde!!

    como faço para ter acesso a publicação de atividade fisica de n° 19- VALIDAÇÃO DO QUESTIONARIO YOUTH (YRBSS)

    Desde já agradeço a atenção.
  • Josivaldo de Souza

    Josivaldo de Souza

    23 Fevereiro 2014 às 20:07 |
    Olá Alex nos não trabalhamos com esse questionário em nossa pesquisas. Obrigado por sua mensagem. Estamos a disposição.

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.