Agita São Paulo – Agita Brasil

Artigo publicado em Isto é Agita SP, 2002. Escrito por Matsudo et al e Andrade et al


Origem e Definição: O Programa Agita São Paulo é um movimento voluntário criado em 1996 para combater o sedentarismo no Estado de São Paulo, promovendo o nível de atividade física e o conhecimento dos benefícios de um estilo de vida ativa. Esta promoção teve início através de uma associação entre a Secretaria de Estado da Saúde de SP e o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul – CELAFISCS, desdobrando-se, em seguida, por parcerias institucionais. Um dos fatos geradores da campanha situou-se em Rego e al. (1990) com relação à região metropolitana de São Paulo, que estimou, para o início da década de 1990, um total de 69,3% dos adultos não suficientemente ativos, com mulheres (80,2%) mais sedentárias do que homens (57,3%). Um levantamento nacional em 1997 (n=2.504) mostrou 60% de adultos como insuficientemente ativos (Data Folha, 1997). Essa prevalência foi maior do que qualquer outro risco, como diabetes (6,9%), obesidade (18%), hipertensão (22,3%) ou tabagismo (37,9%). Atualmente, o Agita em suas diferentes versões, constitui um dos maiores do mundo em seu gênero, sempre mantendo seus objetivos de melhorar o nível de atividade física da população e aumentar o conhecimento sobre os benefícios da vida ativa. E sua mensagem central é “todo cidadão deve acumular pelo menos 30 minutos de atividade física por dia, na maior parte dos dias da semana (se possível todos) de intensidade moderada de forma contínua ou acumulada”. Assim disposto, o Programa tem sido liderado pelo CELAFISCS, que é uma instituição científica independente, sem fins lucrativos, fundada em 1974, com o propósito de pesquisar a relação atividade física/saúde. A expansão do Agita fez-se consecutivamente em São Paulo, no Brasil, nos países da três Américas, e finalmente em escala mundial, ao ser escolhido pela Organização Mundial de Saúde – WHO para liderar, no ano de 2002, a promoção Agita Mundo (com expressões equivalentes em outras línguas).

 

download