Impacto da menarca nas variáveis antropométricas e neuromotoras da aptidão física, analisado longitudinalmente

Artigo publicado na RBCM em 2004. Escrito por Ludmila Gutierre Biassio, Sandra Marcela Mahecha Matsudo,Victor Keihan Rodrigues Matsudo


O objetivo do estudo foi analisar longitudinalmente o impacto da menarca nas variáveis antropométricas e neuromotoras de adolescentes de baixo nível sócio-econômico. A amostra foi composta de 62 escolares de 8 a 18 anos (x: 13,0 ± 3,2 anos), residentes em Ilhabela, acompanhadas por um período de pelo menos 5 anos. As variáveis do presente estudo foram medidas um e dois anos antes da menarca (Pré), no ano da menarca (Menarca), como também um e dois anos após a menarca (Pós). A menarca foi determinada pelo método retrospectivo. As variáveis antropométricas e neuromotoras mensuradas foram: estatura, peso, diâmetro de úmero e fêmur, IMC, adiposidade, força de membros superiores e força de membros inferiores (FMMI). A análise estatística utilizada foi a ANOVA “two way”, teste “post hoc” de Bonferroni , variação pecentual (ê%) entre os três diferentes períodos, e o nível de significância foi p<0,01.Houve aumento significante de todas as variáveis da aptidão física analisadas, que acompanhou o desenvolvimento temporal e maturacional, desde dois anos antes até dois apósa menarca. A variação percentual foi alta no peso (34,7% – 15,1%), na adiposidade e na FMMS (48,1% – 18,5%), quando se comparou o os valores do período Pré-Menarca ao da Menarca; e os destes aos da Pós-Menarca, respectivamente. Entretanto, o aumento mais acentuado foi encontrado no peso (54,9%), adiposidade (42,5%), e FMMS (73,1%), quando secomparou o período de dois anos antes ao período de dois anos pós-menarca. Em função da análise longitudinal, este estudo confirma a hipótese de que um conjunto de modificações antecede e sucede ao advento da menarca, com um aumento progressivo e significativo do peso corporal, da força de membros inferiores, mas principalmente da adiposidade e da força de membros superiores. Interessantemente esse aumento foi mais intenso no período de 2 anos pré-menarca.

PALAVRAS-CHAVE: menarca, maturação sexual, aptidão física, estudo longitudinal.

download