Physical activity and the coronavirus pandemic: an urgent time to change the recommendation focus

Artigo publicado na Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde por: Luiz Guilherme Grossi Porto, Guilherme E. Molina e Victor K. Matsudo


RESUMO A pandemia de COVID-19 alterou a rotina de milhões de pessoas. Medidas restritivas associadas à pandemia impõem desafios sem precedentes, incluindo a necessidade de nos mantermos fisicamente ativos em um cenário de distanciamento social que reduz drasticamente o acesso a espaços e oportunidades de atividade física (ATF). Discutimos a necessidade urgente de mudança no foco das recomendações de ATF. O total de ATF necessária para promoção da saúde tem sido centrado no mínimo de 150min de ATF moderada-vigorosa/sem. É momento para uma chamada de ação em direção à mudança no foco das recomendações. Ao invés do tradicional “acumule pelo menos 150min/ATF/sem, e menos que isso caso não consiga atingir esta meta”, as recomendações deveriam enfatizar a ideia de “mexa-se mais – sente-se menos, podendo, acumule 150min/ATF/sem. A pandemia de coronavírus, o distanciamento social e os impactos nas oportunidades de ATF impõem uma mudança urgente no foco das recomendações de ATF.

Palavras-chave: Diretrizes; Exercício; COVID-19; Saúde pública; Educação.

download

Celafiscs

Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul

Rua Santo Antônio, 50
5o andar - Salas 504/505
Centro - São Caetano do Sul - SP
CEP 09521-160 (prédio da USCS)

Dúvidas ou sugestões

Fone: +55 (11) 4229-8980
WhatsApp: +55 (11) 93412-7569

Receba novidades

Fique por dentro!

inscreva-se para receber nossas notificações.
Eu quero!