Contribuições à Ciência

Nesses mais de quarenta anos, o CELAFISCS tem contribuído com as Ciências do Esporte, Atividade Física e Saúde no âmbito nacional e internacional.

Os destaques abaixo representam compromissos do CELAFISCS, assumidos desde a sua criação:

  • Desenvolvimento da área de Ciências do Esporte, Atividade Física e Saúde no âmbito Nacional e Internacional.
  • Desenvolvimento de técnicas de mensuração da aptidão física não complexas de baixo custo e aplicabilidade em grandes grupos, com rigor científico.

Criação do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte – CBCE

Aos quatro anos de idade, em conjunto com outros profissionais de renome nacional, o CELAFISCS fundou no dia 17 de setembro de 1978, o Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, registrado em novembro: “Aos dois dias do mês de novembro de 1978 (02/11/1978), reuniram-se Assembleia Geral Extraordinária, no salão de conferência do Hotel Bourbon, situado na alameda Miguel Blase nº 40, em Londrina, Estado do Paraná, os senhores Victor Keihan Rodrigues Matsudo; Cláudio Gil Soares de Araújo; Sandra Mara Cavasini; Paulo Sérgio Chagas Gomes; Pinto Montemor; Lílian Nascimento Montemor; João Batista Freire da Silva; Silvana Venâncio Freire; Laércio Elias Pereira; Emédio Bonjardim; João Bosco da Silva; Elisabeth Marco da Silva; Alberto dos Santos Puga Barbosa; Sandra Maria Perez; Jesus Soares; Sandra Caldeira; Maria Beatriz Rocha Ferreira; Leda Maria Moral; Madalena Sessa; Anselmo José Perez; Marco Antônio Vívolo; Sônia Cazelati; Maria de Fátima Silva Duarte; Carlos Roberto Duarte; João Batista Santana; Dartagnan Pinto Guedes, para deliberar sobre a criação do COLÉGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE – CBCE”.

Criação da Escala de Percepção Subjetiva de Esforço – 0 a 10

Em 1983, durante o III Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte, a Psicóloga Sandra Mara Cavasini e o Dr. Victor Matsudo apresentaram a validação de uma escala subjetiva de esforço de 0 a 10 pontos. Essa escala foi uma alternativa para a tradicional escala de PSE de Borg de 6 a 20, já que as notas de 0 a 10 são mais comuns em nossa cultura, principalmente na fase escolar. A pesquisa mostrou valores de correlação entre a PSE 0-10 e Frequência Cardíaca foi de 0,92 para homens e 0,95 para mulheres, esses valores não diferiram da relação entre PSE 6-20 proposta por Borg e FC foi de 0,96 tanto para homens como para as mulheres.

Criação do Teste de 40 segundos

Em 1977, o Dr. Victor Matsudo, durante o V Simpósio de Esportes Colegiais, apresentou o Teste de 40 segundos como uma proposta de mensuração da Potência Anaeróbica Total, como uma alternativa que atendia aos critérios de cientificidade (objetividade r=0,99 para ambos os sexos e reprodutibilidade r=0,99).

Criação da Estratégia Z CELAFISCS

Em 1987, Dr. Victor Matsudo, Ricardo Rivet e Mônica Helena Neves Pereira publicaram no Journal of Sports Sciences a Estratégia Z CELAFISCS, proposta para a detecção de talentos, utilizando como base o cálculo estatístico conhecido como índice z. A partir do resultado da avaliação da aptidão física comparada à média aritmética e desvio padrão da população da mesma idade e sexo, determina-se o quanto o indivíduo se afasta da normalidade populacional em unidades de desvio padrão, identificando se o avaliado apresenta uma ou um conjunto de variáveis de destaque. Em 1992, durante as Olimpíadas de Barcelona, o CELAFISCS é agraciado com o Primeiro lugar com o Prêmio Internacional Fundación L’Caixa Medicina do Esporte e Promoção da Saúde e em 1996 o segundo lugar no Prêmio Príncipe Faisal, oferecido pela Federação Internacional de Educação Física – FIEP.

Criação do Método de Autoavaliação da Maturação Sexual

Em 1991, Dra Sandra Mahecha Matsudo e Dr Victor Matsudo publicaram na Revista Brasileira de Ciência e Movimento e em 1994 no American Journal of Human Biology uma proposta de autoavaliação da maturação sexual, mediante o uso da técnica projetiva com as pranchas das características sexuais secundárias baseadas nas pranchas de Tanner, apresentando valores significativos de validade, reprodutibilidade e objetividade.

Participação no Processo de Validação do IPAQ

Desde 1998 o CELAFISCS foi convidado a ser um Centro Cooperante, único na América Latina, para participar do projeto de validação do IPAQ – International Physical Activity Questionnaire, proposto pela Organização Mundial de Saúde, e que tem como propósito determinar o nível de Atividade Física populacional.

Prêmios recebidos

    Celafiscs

    Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul

    Rua Santo Antônio, 50
    5o andar - Salas 504/505
    Centro - São Caetano do Sul - SP
    CEP 09521-160 (prédio da USCS)

    Entre em contato

    Fone: +55 (11) 4229-8980
    WhatsApp: +55 (11) 93412-7569
    E-mail:

    Siga-nos nas Redes Sociais

    Receba novidades

    Fique por dentro!

    inscreva-se para receber nossas notificações.
    Eu quero!